SINEPE recebe filiados para discutir os desafios da Matrícula de 2018

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
O SINEPE/PI reuniu nesta quinta feira escolas e instituições filiadas para uma video conferência com do IBEE – Instituto Brasileiro de Estudos em Educação sobre o Sistema de Matrículas Educacionais 2018. O evento foi realizado através do Grupo Ricardo Furtado, direto do Rio de Janeiro. No Piauí, mais de 70 filiados participaram do evento na sede do Sinepe.

As crises política e institucional que o Brasil tem vivenciado apresentam entraves não só para a economia, como também para a sobrevivência das instituições de ensino em todos os níveis.

A paralisia da agenda política atinge decisões fundamentais que poderiam influenciar na retomada do crescimento e na estabilidade econômica. Desta maneira as reformas trabalhista, previdenciária, tributária e política podem não ser votadas.

Em razão desse quadro desafiador, as instituições de ensino devem buscar estabelecer seu PLANEJAMENTO PARA AS MATRÍCULAS 2018.

Uma gestão eficiente passa pelo estabelecimento de planejamentos institucionais, como aqueles relativos às áreas fiscal e educacional. Nesta última, é essencial contemplar o atendimento à reforma do ensino médio, que traz implicações até mesmo para a educação infantil.

Não bastasse isto, é crucial também prever o atendimento à educação especial, formatando de maneira eficiente o edital de matrículas.

As dificuldades econômicas e o desemprego forçam o retorno da indústria de indenizações no Judiciário; assim, as instituições de ensino devem estabelecer um bom sistema/processo de matrícula, com a preparação daqueles que estão à frente do atendimento.

É necessário trabalhar os possíveis riscos a fim de diminuir as possibilidades de ações indenizatórias. As escolas não podem se colocar passivamente diante das crises política e institucional que vive o Brasil. Na realidade devem, além de cobrar do legislativo e executivo posicionamento para estancar a presente paralisia, estar atentas aos planejamentos fiscal, pedagógico, de consumo, de marketing e outros.

Para o prof. Paulo Machado, presidente do Sinepe/PI, a abordagem do tema é importante porque apresenta orientações básicas e cuidadosas pra que as escolas tenham, no futuro, menos problemas pedagógicas, administrativos e jurídicos. Esse evento aborda, por exemplo, como a escola deve proceder a contratos, saber mais sobre a lei do deficiente, carga horária, o novo Enem e tantas outras mudanças e novidades que devemos estar atentos”, disse o professor.

Para a profa Iveline Prado, assessora pedagógica do Sinepe, “a escola precisa se organizar para o ano seguinte e a matrícula é um ponto essencial. Estamos passando por um momento econômico difícil e a escola e as famílias são atingidas por isso, todos nós passamos por uma experiência de dificuldade econômica no país. Então, esse esse evento visa esclarecer, orientar e mostrar caminhos para evitar a inadimplência e a evasão escolar, por exemplo.  O sindicato deve preparar a escola para a matrícula, esse é um papel nosso. Se a escola se organiza financeira e administrativamente, as ações pedagógicas não são penalizadas.
O prof Marcelo Siqueira, vice presidente do Sinepe, nos disse que a escola foi penalizada por uma judicialização às avessas, não adianta matricular todo mundo, as escolas cumprem uma lei que não podem e nem devem penalizar os alunos, e a matrícula é o momento de atualizar protocolos de admissão. O Brasil tem sido desafiador e na Educação, particularmente.
O evento foi um dos mais prestigiados do Sinepe nesse semestre.
Veja a programação completa:

 

1º – Painel – 9h às 9h50min

Planejando as matrículas para 2018

Compreenda o atendimento às educações inclusiva e regular para estabelecer o edital de matrícula, o contrato de prestação de serviços.

Palestrante: Dr. Ricardo Furtado – Advogado, Doutorando em Direito Civil pela Universidade de Buenos Aires – UBA; Pós-graduado em Direito Tributário; membro efetivo do Instituto dos Advogados Brasileiros; conselheiro na CONFENEN – Confederação Nacional de Estabelecimentos de Ensino; membro do Grupo de Direito Tributário do Rio de Janeiro; Fundador da Ricardo Furtado Advogados Associados e Diretor do Instituto Brasileiro de Estudos em Educação.

2º – Painel – 10h10min às 11h

Planejamento Pedagógico

Prepare sua instituição para a reforma do ensino médio e alterações na educação infantil;

Palestrante: Prof. Samuel Lara de Araújo – Gestor Educacional, MBA em administração acadêmica e universitária; Diretor Executivo do Sindicato Nordeste Mineiro das Escolas Particulares – SINEPE/MG; Superintendente Administrativo do Instituto Presbiteriano de Serviço Social, Educação, Cultura e Pesquisa; Membro da Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino – CONFENEN, e Diretor de assuntos acadêmicos da Fundação Percival Farquhar – Universidade Vale do Rio Doce.

3º – Painel – 11h às 12h

Planejamento fiscal

Saiba como estabelecer ações para diminuir gastos com pagamentos de tributos;

Palestrante: Álvaro Soares – Economista e Contabilista especialista em Administração Financeira pela FGV; Multiplicador das Normas Internacionais de Contabilidade para Pequenas e Médias Empresas (IFRS, conforme a sigla em inglês) no Brasil, por certificação conjunta pelo BNDES, Conselho Federal de Contabilidade e IFRS Foundation (antigo IASB – International Accounting Standards Board).

4º – Painel – 14h20min às 15h20min

Planejamento estratégico

Estabeleça estratégias para uma gestão eficiente e entenda os reflexos na inadimplência.

Palestrante: Flávio Maleck – Formado em Direito pela Universidade Cândido Mendes. Em 1996, assumiu a Diretoria Administrativa e Financeira do IBEE – Instituto Brasileiro de Estudos em Educação. Em 1999, projetou e desenvolveu a área de recuperação de créditos da Ricardo Furtado Associados, com métodos diferenciados e foco exclusivo para as instituições de ensino. Em 2013, iniciou MBA em gestão pública no IBMEC – Instituto Brasileiro de Mercados e Capitais. Atualmente, é Diretor Administrativo e Financeiro do IBEE – Instituto Brasileiro de Estudo em Educação e da RF&A Contabilidade e Coordena o Depto de recuperação de créditos da Ricardo Advogados Associados.

 

5º – Painel – 15h40min às 16:40h

Perspectivas políticas e econômicas para 2018 e projeção de índices de reajustes e planilha de custos.

Palestrante: Dr. Ricardo Furtado – Advogado, Doutorando em Direito Civil pela Universidade de Buenos Aires – UBA; Pós-graduado em Direito Tributário; membro efetivo do Instituto dos Advogados Brasileiros; conselheiro na CONFENEN – Confederação Nacional de Estabelecimentos de Ensino; membro do Grupo de Direito Tributário do Rio de Janeiro; Fundador da Ricardo Furtado Advogados Associados e Diretor do Instituto Brasileiro de Estudos em Educação.